quinta-feira, 2 de abril de 2020

PM resgata adolescentes espancadas por criminosos em Jequié e prende suspeitos; vídeo foi compartilhado nas redes sociais

Adolescentes foram agredidas na Barragem do Cajueiro.  A Polícia Militar resgatou na noite de quarta-feira (01/04), duas adolescentes que teriam sido sequestradas e agredidas por três indivíduos, um deles armado com um revólver. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra as agressões sofridas pelas menores, na Barragem do Cajueiro, em Jequié.  Após uma denúncia anônima, policiais militares do 19º BPM conseguiram interceptar, no início da madrugada dessa quinta-feira (02), um veículo com os três suspeitos e as duas adolescentes.  Segundo informou a PM, ss vítimas informaram que haviam sido sequestradas na tarde de quarta-feira (01), por volta de 15:30h, quando andavam pela via pública. Após sofreram espancamentos, as duas foram levadas para a cidade de Jequié e trancadas numa casa.  A Polícia informou que, possivelmente, as duas garotas seriam entregues aos demais integrantes da quadrilha na cidade de Jitaúna, e corriam sério risco de serem assassinadas. Os três suspeitos presos, de nomes e idades não informados, foram apresentados na 9ª Coorpin. Eles poderão responder por sequestro, cárcere privado e tortura. (Informações do Giro Ipiaú)
Adolescentes foram agredidas na Barragem do Cajueiro.

A Polícia Militar resgatou na noite de quarta-feira (01/04), duas adolescentes que teriam sido sequestradas e agredidas por três indivíduos, um deles armado com um revólver. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra as agressões sofridas pelas menores, na Barragem do Cajueiro, em Jequié.

Após uma denúncia anônima, policiais militares do 19º BPM conseguiram interceptar, no início da madrugada dessa quinta-feira (02), um veículo com os três suspeitos e as duas adolescentes.

Segundo informou a PM, ss vítimas informaram que haviam sido sequestradas na tarde de quarta-feira (01), por volta de 15:30h, quando andavam pela via pública. Após sofreram espancamentos, as duas foram levadas para a cidade de Jequié e trancadas numa casa.

A Polícia informou que, possivelmente, as duas garotas seriam entregues aos demais integrantes da quadrilha na cidade de Jitaúna, e corriam sério risco de serem assassinadas. Os três suspeitos presos, de nomes e idades não informados, foram apresentados na 9ª Coorpin. Eles poderão responder por sequestro, cárcere privado e tortura. (Informações do Giro Ipiaú)