quinta-feira, 30 de abril de 2020

Maior cemitério de Fortaleza terá mais de 22 mil novas covas em razão da Covid-19

Foto: João Pedro Santos / TV Verdes Mares

Cerca de 22.897 covas serão abertas no Cemitério Público Municipal Bom Jardim, em Fortaleza, em decorrência do aumento no número de mortes causadas pelo novo coronavírus. A ampliação, no entanto, não tem data definida, e deve ser entregue apenas 90 dias após o início das obras, segundo o G1 via BN.

Epicentro do estado na contaminação pelo coronavírus, Fortaleza já contabiliza mais de 5 mil casos confirmados da doença, que resultaram em 355 mortes. O número representa mais de 78% das mortes que aconteceram em todo o estado (450), que tem cerca de 7,5 mil casos.

O valor da obra no cemitério está em torno de R$ 5,2 milhões de reais, e vai contar com 495 unidades para adultos, 132 para crianças, 66 do tipo especial e outras 99 para membros. A medida, segundo a prefeitura, vem para "evitar a falta de leitos para sepultamento.

Segundo o secretário municipal da Gestão Regional, Renato Lima, o Cemitério Bom Jardim realiza, em média, 15 sepultamentos diários. O número não se alterou muito, durante a pandemia, e chegou a 20 em alguns dias. Para o gestor, isso de dá pelo fato de o isolamento social diminuir o número de mortes no trânsito, por exemplo. Hoje, o cemitério possui 3 mil vagas para enterros - o maior da cidade.