quarta-feira, 30 de outubro de 2019

Ipiaú - BA: Criança de 6 anos passa por 3 cirurgias após ser atacada por pit bull de vizinho

Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal    Uma menina de 6 anos foi atacada por um pit bull em Ipiaú, no sudoeste baiano. O caso ocorreu nesta terça-feira (29) na frente da casa da menina. Segundo o G1 via BN, Emelly Vitória voltava da escola quando foi atacada pelo cachorro que fugiu de casa no momento em que ela passava na porta do imóvel. O animal pertence ao vizinho da casa da garota. Segundo o pai da vítima, Nelson Lopes, os ferimentos foram no pescoço e no braço direito.    Por conta do ocorrido, a criança precisou passar por três cirurgias. Uma delas foi para reconstruir as fibras do braço. A menina está internada no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna. Ainda segundo o pai da criança, que é socorrista, ele precisou apertar o pescoço do cachorro para que ele largasse a menina. Um homem que passava no local também ajudou a criança.    Lopes disse ainda que não foi a primeira vez que o cachorro ataca alguém na rua. O caso foi registrado na delegacia local, que apura o caso. O proprietário do pit bull pode ser indiciado por lesão corporal culposa. BN
Foto: Reprodução / Arquivo Pessoal

Uma menina de 6 anos foi atacada por um pit bull em Ipiaú, no sudoeste baiano. O caso ocorreu nesta terça-feira (29) na frente da casa da menina. Segundo o G1 via BN, Emelly Vitória voltava da escola quando foi atacada pelo cachorro que fugiu de casa no momento em que ela passava na porta do imóvel. O animal pertence ao vizinho da casa da garota. Segundo o pai da vítima, Nelson Lopes, os ferimentos foram no pescoço e no braço direito.

Por conta do ocorrido, a criança precisou passar por três cirurgias. Uma delas foi para reconstruir as fibras do braço. A menina está internada no Hospital Manoel Novaes, em Itabuna. Ainda segundo o pai da criança, que é socorrista, ele precisou apertar o pescoço do cachorro para que ele largasse a menina. Um homem que passava no local também ajudou a criança.

Lopes disse ainda que não foi a primeira vez que o cachorro ataca alguém na rua. O caso foi registrado na delegacia local, que apura o caso. O proprietário do pit bull pode ser indiciado por lesão corporal culposa. BN