quarta-feira, 19 de junho de 2019

Bahia tem 2º menor percentual de adultos com nível superior completo do país

Foto: Arquivo CORREIO

A Bahia é um dos líderes nacionais em defasagem/ abandono escolar entre adolescentes e jovens, o que contribuiu para que, em 2018, apenas 1 em cada 10 adultos baianos (10,1%) tivesse concluído um curso universitário, o segundo menor percentual do país, acima apenas do verificado no Maranhão (8,6%). As informações foram divulgadas nesta quarta-feira (19) pelo Insituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em média, no Brasil, 16,5% das pessoas de 25 anos ou mais de idade tinham curso superior completo em 2018, nível de instrução alcançado por 1 em cada 3 pessoas no Distrito Federal (34,3%) e 1 em cada 5 em São Paulo (21,7%) e no Rio de Janeiro (20,1%).

Na Bahia, o percentual de adultos com nível superior praticamente não mudou entre 2017 (9,9%) e 2018 (10,1%), período em que o estado foi ultrapassado, nesse indicador, por Alagoas (de 8,4% em 2017 para 10,3% em 2018) e Pará (de 9,1% para 10,7%), onde o nível superior completo cresceu de um ano para o outro. O início do percurso escolar na Bahia está muito perto da universalização. Aos 4 ou 5 anos, quando a educação passa a ser obrigatória, pouco mais de 9 em cada 10 crianças baianas estão na pré-escola: 96,8% do total. É a quarta maior taxa de escolarização para essa faixa etária entre os estados brasileiros e está acima da média nacional (92,4%).

*Com informações do CORREIO 24H