Nutricau


Mix Papelaria

ST CELL

Mamute Moto Peças


Farmácia Eliana

Farmácia Victor

Farmácia Pró-Saúde

Farmácia Ubatã


Mix


Ponto do Pastel

domingo, 24 de fevereiro de 2019

Bahia terminou 2018 com mais de 1,2 milhão de pessoas em busca de emprego, diz IBGE

Busca por emprego aumentou na Bahia
Foto: Heloise Hamada/G1

O número de pessoas à procura de uma vaga de emprego aumentou na Bahia. Dados divulgados nesta sexta-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelam que o ano passado terminou com mais de um 1,2 milhão de pessoas sem trabalho e buscando uma oportunidade no estado. Conforme o IBGE, a taxa de desocupação foi de 17%, a segunda maior do país, ficando atrás apenas do Amapá (20,2%), e empatada com o estado do Alagoas. A taxa da Bahia está bem acima da média nacional, que foi de 12,3%.

Ainda segundo o IBGE, o número de pessoas trabalhando na Bahia no ano passado foi o menor já registrado na história da Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios Contínua (Pnad). Em 2018, o estado tinha 5,9 milhões de pessoas trabalhando. No primeiro ano da pesquisa, em 2012, eram 6,3 milhões. Em Salvador, a situação foi ainda pior. A taxa de desocupação passou de 14,8% para 16,1%. No ano passado, 282 mil pessoas estavam sem trabalhar e à procura de um emprego. Com o desempenho, a capital baiana subiu na taxa de desocupação. Saiu do 9º para o 7º lugar entre os estados. À frente estão outras seis capitais entre as regiões norte e nordeste. O rendimento médio dos trabalhadores no estado teve uma leve melhora, de 3,4%. Já na capital, o aumento foi de quase 9%.

*G1