Nutricau

Farmácia Eliana

Farmácia Pró-Saúde

Farmácia Ubatã


Farmácia Victor

Mix Papelaria

Mix


Ponto do Pastel

Ótica Versátil

terça-feira, 10 de abril de 2018

Regularização Eleitoral: Quase 600 mil eleitores da Bahia podem ficar sem votar em 2018

Daqui a exatos 30 dias, terminará o prazo de regularização eleitoral na Bahia. Quase 600 mil pessoas no estado ainda possuem algum tipo de pendência com a Justiça Eleitoral. O prazo limite para a regularização eleitoral é 9 de maio de 2018. Após esta data, o cadastro eleitoral será fechado em todo país, em razão da realização das Eleições 2018. O número também considera aqueles que tiveram seus títulos cancelados em razão do não comparecimento à revisão biométrica obrigatória, encerrada em 31 de janeiro em cerca de 50 municípios do estado. O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) alerta aos eleitores para que procure postos ou cartórios da Justiça Eleitoral o quanto antes e evitem possíveis transtornos de “última hora”. Nos primeiros 30 dias de regularização, completados no último dia 05 de abril, dos 916 mil eleitores com títulos cancelados, apenas 324,5 mil compareceram a um dos postos de atendimento do TRE no estado. Sendo assim, quase 592 mil cidadãos ainda precisam comparecer ao cartório da cidade onde vota e normalizar a situação. Somente em Salvador, foram cancelados mais de 321 títulos por falta de recadastramento biométrico. Desse total, quase 102 mil regularizaram a situação. São 17 pontos de atendimentos em Salvador. Para atender aos eleitores em Salvador, o TRE-BA disponibilizou 17 postos de atendimento. Os atendimentos com agendamento são realizados nas Prefeituras-Bairros, nos shoppings, na Câmara Municipal de Salvador e na Casa de Justiça e Cidadania, além dos SACs. Para atendimento sem agendamento, foram montados postos nas estações do Metrô de Pirajá e Bonocô, CAP e na sede do TRE-BA, no Centro Administrativo da Bahia (CAB).

https://www.bahianoticias.com.br/justica/noticia/58639-regularizacao-eleitoral-quase-600-mil-eleitores-da-bahia-podem-ficar-sem-votar-em-2018.html