Nutricau

Farmácia Victor

Farmácia Eliana

Farmácia Pró-Saúde

Farmácia Ubatã


Mix Papelaria

Mix


Ponto do Pastel

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Carro invade calçadão de Copacabana, mata bebê e deixa 16 feridos

Foto: Reprodução/ Twitter @PMERJ

Um bebê de oito meses foi morto e 16 pessoas ficaram feridas nesta quinta-feira (18) após um carro invadir a área destinada a pedestres entre o calçadão e a praia de Copacabana, na zona sul do Rio de Janeiro (leia mais). De acordo com G1, o número oficial foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde. As nove vítimas que tiveram ferimentos mais graves foram encaminhadas ao Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. Três pessoas já receberam alta e seis estão internadas, uma delas, um turista australiano que sofreu traumatismo craniano, está em estado grave e e respira com ajuda de aparelhos. As sete vítimas com ferimentos leves, inclusive a mãe do bebê, foram levadas ao Hospital Souza Aguiar, no Centro. O motorista foi identificado como Antônio Almeida de Almeida Anaquim, 41 anos, e foi detido. À Polícia Civil, ele informou que perdeu o controle do carro porque teria apagado após sofrer um ataque epilético pouco antes do acidente. O Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ) informou que Anaquim está com a carteira de habilitação suspensa por acumular 62 pontos por infrações e 14 multas nos últimos 5 anos. Após o acidente, Anaquim foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde foi submetido a exame de alcoolemia. Remédios para epilepsia foram encontrados no carro em que ele dirigia. Uma mulher estava com ele no veículo no momento em que perdeu o controle do carro e fugiu do local após o acidente. Ela se apresentou na delegacia e falou que teria evadido por estar assustada, mas confirmou a história do ataque epilético. O bebê que morreu no acidente, Maria Louise, passeava com a mãe, Niedja da Silva Araújo, e com a avó, que mora no Recife. O pai dela, o motorista Darlan Rocha, pediu a prisão de Anaquim na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Copacabana. "Quero Justiça, que ele fique preso. Não é para ter carteira de motorista nem estar dirigindo. Ele é um assassino. Matou minha filha", disse.

http://www.bahianoticias.com.br/noticia/217204-carro-invade-calcadao-de-copacabana-mata-bebe-e-deixa-16-feridos.html