Nutricau


Farmácia Eliana

Farmácia Ubatã

Farmácia Pró-Saúde

Farmácia União



Mix Papelaria

Colormagem


Mix

Central Popular

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Mais 1,5 mil jovens começam a trabalhar em órgãos estaduais pelo Partiu Estágio

Foto: Divulgação

A partir desta quarta-feira (25), 1.571 estudantes universitários começam a trabalhar em secretarias e órgãos estaduais por meio do Partiu Estágio. Eles fazem parte da segunda turma de convocados do programa que oferece experiência profissional e inserção no mercado de trabalho a milhares de jovens baianos. Eles tiveram a contratação formalizada na tarde desta quarta-feira (25), pelo governador Rui Costa, que assinou termo de compromisso dos jovens, em evento realizado no Senai/Cimatec, em Salvador.

Do total, 1.022 estudantes universitários serão alocados em Salvador e 549 irão ocupar vagas em órgãos estaduais do interior baiano. Na assinatura do termo de compromisso, o governador destacou que aposta "nesse trabalho pela convicção que aprendi, em casa, do poder da educação na transformação da vida das pessoas. É por isso que concebemos esse programa: para que os estudantes que vieram de escola pública, que cursam universidade pública ou universidade particular através do Fies ou Prouni tenham prioridade".

Rui acrescentou que "chegaremos a pouco mais de 5 mil jovens estagiando no Governo do Estado. Com isso, criamos um dos maiores programas de estágio do país, com transparência, com clareza e sem indicações. Por meio do Partiu Estágio, universitários que ainda não conseguiram se inserir no mercado de trabalho garantem o acesso a uma vaga por um ano, com carga horária de 20 horas semanais e bolsa de R$ 455, além de auxílio transporte.

Essa é a segunda etapa do programa estadual, lançado em abril deste ano. Os dois editais receberam, juntos, a inscrição de cerca de 45 mil estudantes. Nesta segunda etapa, o programa avançou ainda mais. “Temos dados importantes que mostram o avanço da experiência do Partiu Estágio. Nessa fase, 68% dos estudantes são mulheres, 78% estão inscritos no CadÚnico, 86% são pretos e pardos e 94% oriundos de escola pública. Será uma grande experiência de aprendizagem no setor público para esses jovens. Isso é política pública de educação e de inclusão", explicou o secretário estadual da Administração, Edelvino Góes. 

Requisitos 

Para se inscrever no programa, o estudante deve ter, no mínimo, 16 anos, concluído pelo menos 50% do curso e estar regularmente matriculado em cursos de graduação presencial e em instituições de ensino com sede na Bahia. Além disso, a prioridade é para estudantes inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e para aqueles que tenham estudado todo o ensino médio em escola pública ou com bolsa integral na rede privada.

Morador de Alagoinhas, Jhonnes Vital estuda Ciências Contábeis e vai estagiar na Universidade do Estado da Bahia (Uneb). “Eu fico feliz de fazer parte dessa ação, porque muitas empresas querem alunos com experiência, mas poucas estão dispostas a oferecer essa oportunidade. O Governo do Estado decidiu abrir essa porta para nós", disse o estudante, que comemora a primeira chance profissional. 

Mais oportunidades

Além do Partiu Estágio, outros dois programas de apoio estudantil estão sendo implementados pelo Governo do Estado. Lançado em novembro do ano passado, o Primeiro Emprego está na terceira etapa. A iniciativa já contratou 2.448 jovens, enquanto 929 encontram-se em processo de contratação. A meta é oferecer 9 mil vagas até 2018 para jovens oriundos das escolas de educação profissional da rede estadual da Bahia ou que concluíram o ensino médio e cursaram uma qualificação profissional na rede pública do Estado.

Já o Mais Futuro concede auxílio financeiro de R$ 300 para universitários que estudam a até 100 quilômetros da cidade de origem ou R$ 600 mensais para aqueles que moram a mais de 100 quilômetros do campus onde estão matriculados. A expectativa do segundo edital é atingir 2 mil jovens. As inscrições estão abertas e se estendem até o próximo dia ‪3 de novembro‬.

Repórter: Anna Larissa Falcão
Postar um comentário