Nutricau

Farmácia Central Popular


Farmácia Eliana

Farmácia Ubatã

Farmácia União



Mix Papelaria

Colormagem


quinta-feira, 25 de maio de 2017

Após crise penitenciária, RN registra maior fuga da história; 89 presos escaparam

Foto: Aura Mazda/Tribuna do Norte

Após uma grande crise penitenciária que acometeu a unidade prisional de Alcaçuz, no Rio Grande do Norte, em janeiro, o estado registrou na madrugada desta quinta (25) a maior fuga de detentos de sua história. Por um túnel de 30 metros que foi escavado, 89 prisioneiros escaparam da Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP). Nove homens foram detidos antes de fugir. O túnel ia de dentro do pavilhão 1 da penitenciária até a parte de fora do segundo muro do loteamento. Os uniformes foram deixados na saída do túnel pelos foragidos. De acordo com a Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) do Rio Grande do Norte, a unidade prisional está superlotada: abrigava 589 detentos, frente à capacidade de 382. No início de 2017, a Penitenciária de Alçacuz, outra unidade presidiária do Rio Grande do Norte, registrou um massacre de 26 mortos e um motim de 14 dias neste ano, com a fuga de 56 detentos. Assim como o caso de janeiro, a unidade em que os presos fugiram também não possui grades nas celas desde 2015, deixando os presidiários circulando livremente pelos pavilhões. Frente a isso, a Sejuc esvaziou um pavilhão para reformar e colocar as grades, que foram arrancadas durante uma rebelião, e abriu sindicância sobre a fuga.

http://www.bahianoticias.com.br/noticia/207722-apos-crise-penitenciaria-rn-registra-maior-fuga-da-historia-89-presos-escaparam.html