Nutricau


Farmácia Central Popular


Farmácia Eliana

Farmácia Ubatã

Farmácia Pró-Saúde

Farmácia União



Mix Papelaria

Colormagem


domingo, 29 de janeiro de 2017

Policial Militar comete suicídio e transmite ao vivo em rede social

Foto: Reprodução / O Globo

Um policial militar cometeu suicídio na noite desse sábado (28) e transmitiu o ato ao vivo para seus seguidores no Facebook. Douglas Vieira, de 28 anos, era um soldado lotado no 24º Batalhão de Polícia Militar da região de Queimado, no Rio de Janeiro. "E aí, tranquilidade? Tamo junto. Quero ver quem tem disposição pra ver bagulho ao vivo. Quem não tem estômago, mete o pé. O bagulho vai ficar doido agora", disse Douglas antes de apontar a arma para a própria cabeça e atirar. Nas imagens, não é possível vê-lo morto, já que o telefone celular cai de sua mão e a imagem some. Instantes antes do suicídio, os telespectadores tentavam convencer Douglas a não se matar. "Para com isso!", "Por que você fez isso?" e "Douglas, para de bobeira" foram algumas das mensagens postadas, de acordo com O Globo. O soldado deixou uma filha de um ano. Por volta das 5h da manhã deste domingo (29), o corpo de Douglas foi levado de sua casa, em Brás de Pina, na Zona Norte do Rio, para o Instituto Médico Legal. Ao jornal, o padrinho de Douglas, Cleonilson Cruz, contou que ele estava muito triste e "reclamava de tudo". "Ele andava muito para baixo. Além da falta de pagamento [do salário], estava se divorciando e trabalhando muito, fazendo segurança privada. Estou muito triste porque ele me chamou para sair ontem e eu não aceitei o convite. Se estivesse com ele, isso não teria acontecido. Infelizmente, só o Douglas mesmo sabia o que teria motivado esta tragédia. Ele era um cara que gostava de curtir a vida. Não consegui até agora entender o que aconteceu", afirmou Cruz. O padrinho contou que recebeu a notícia através de uma prima que assistiu a transmissão. O vídeo original já foi removido do Facebook. (Leia Mais)

http://www.bahianoticias.com.br/noticia/202186-policial-militar-comete-suicidio-e-transmite-ao-vivo-em-rede-social.html
Bahia Notícias