Nutricau


Farmácia Eliana

Farmácia Ubatã

Farmácia Pró-Saúde

Farmácia União



Mix Papelaria

Colormagem


Mix

Central Popular

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Morre no sul da Bahia mulher diagnosticada com chikungunya

Mosquito Aedes aegypti é responsável pela
transmissão de dengue, zika e chikungunya
(Foto: Felipe Dana/Arquivo/AP Photo)

Uma mulher diagnosticada com chikungunya morreu na cidade de Itabuna, sul da Bahia, segundo informações divulgadas nesta quarta-feira (18) pela Secretaria de Saúde do Município. Conforme a secretaria, a mulher deu entrada em um posto de saúde no dia 12 de dezembro de 2016, mas o caso se agravou e ela foi transferida para um hospital da Santa Casa de Misericórdia. A paciente não resistiu e morreu na terça-feira (17). Não há confirmação, entretanto, de que a morte tenha sido ocasionada pela doença.

Desde que recebeu o primeiro atendimento, os médicos já suspeitavam que Dicilene da Silva Ribeiro teria contraído alguma arbovirose. Ela fez exames de chikungunya, dengue e leptospirose e o resultado foi positivo para chikungunya. Dicilene morava em São Paulo, e desde o fim de dezembro visitava parentes no sul da Bahia. Ela passou por Porto Seguro e Buerarema.

Segundo a Secretaria de Saúde de Itabuna, o caso será investigado, mas não vai ser contabilizado como de Itabuna ou região, já que a mulher morava em São Paulo.

Conforme o último boletim epidemiológico da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab), publicado no dia 10 de janeiro, o estado registrou até a semana epidemiológica 52 (31/12/2016), 57.189 casos suspeitos de zika, 53.135 casos suspeitos de chikungunya e 65.691 casos prováveis de dengue (correspondem ao total de casos notificados excluindo os descartados). Em 2016, sete pessoas morreram por chikungunya e um caso suspeito é investigado. (As informações é do G1 BA)

http://g1.globo.com/bahia/noticia/2017/01/morre-no-sul-da-bahia-mulher-diagnosticada-com-chikungunya.html