Nutricau


Farmácia Eliana

Farmácia Ubatã

Farmácia Pró-Saúde

Farmácia União



Mix Papelaria

Colormagem


Mix

Central Popular

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Mãe que tentou vender filhos por R$ 400 alega passar necessidade


Polícia foi acionada pelo Conselho Tutelar e
colaborou na investigação do caso (Foto: Nino
Moreira / TV Oeste)

A mulher que tentou vender os filhos por R$ 400 cada, no município de Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia, alegou, em depoimento, que iria comercializar as crianças porque passa necessidade e precisa de dinheiro.

A informação foi confirmada ao G1 nesta quarta-feira (11) pelo delegado Leonardo Mendes Júnior, titular da delegacia da cidade.

De acordo com o delegado, a mulher foi ouvida na terça-feira (10) e disse que estava desesperada por estar desempregada. "Ela disse que foi um momento de loucura, que estava bêbada e passando necessidade. Falou que em sã consciência não teria feito isso, mas nada justifica", contou o delegado.

Segundo Mendes Júnior, pelo rumo das investigações, a mulher deve ser presa em breve e corre o risco de perder a guarda dos fihos em definitivo. No dia do flagrante, assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) e foi liberada. O marido dela e algumas testemunhas são esperados na delegacia para prestar depoimento ainda nesta quarta-feira. As crianças permanecem na casa da avó materna, para onde foram levadas pelo Conselho Tutelar da cidade.
Mulher estava em bar quando foi detida
(Foto: Reprodução/TV Bahia)

Crime
Conforme o delegado Leonardo Mendes Júnior, a mulher foi detida e levada para a delegacia na sexta-feira (6), após a polícia e o Conselho Tutelar da cidade receberem denúncias de que ela pretendia vender os filhos.

No momento da abordagem, segundo o delegado, ela e as crianças estavam em um bar da cidade. A mulher bebia com outras pessoas, enquanto as crianças dormiam em cadeiras de plástico.

Ainda de acordo com Mendes Júnior, a mãe das crianças seria ouvida ainda na sexta-feira, mas não teve condições, pois estava bêbada. Ela foi impedida de ter acesso às crianças até que o caso seja concluído.

http://g1.globo.com/bahia/noticia/2017/01/mae-que-tentou-vender-filhos-por-r-400-na-ba-alega-passar-necessidade.html