MIX


Farmácia Ubatã




sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Negros são 93,6% entre desempregados; desocupação cresce 16,4% entre não negros

Foto: Agência Brasil

O contingente de desempregados na Região Metropolitana de Salvador está composto, em sua maioria, por negros: essa parcela representa 93,6% em 2015, uma redução de 0,6% em relação a 2014. Os dados são da Pesquisa de Emprego e Desemprego da Região Metropolitana de Salvador (PED-RMS) sobre o mercado de trabalho, realizada pela Superintendência de Estudos Econômicos (SEI), da Secretaria de Planejamento (Seplan), em parceria com o Dieese, a Fundação Seade do Estado de São Paulo e a Setre-BA. Também se manteve estável a participação na População Economicamente Ativa (PEA) – que é a população que está inserida no mercado de trabalho ou busca sua inserção – passando de 92,4% para 92,3%. A parcela negra entre os ocupados ficou em 92%. Em termos gerais, a PEA reduziu em 25 mil pessoas em relação a 2014, que segundo o estudo, se deve a saída da população negra do mercado de trabalho. A queda da força de trabalho negra foi maior entra as mulheres (menos 19 mil mulheres), tendo menor impacto no contingente masculino (menos 5 mil). Mesmo com decréscimo da PEA, o número geral de desempregadas aumentou em 20 mil, após a eliminação de 45 mil postos de trabalho. Em números relativos, a redução do nível de ocupação foi semelhante entre negros e não negros (menos 2,9%) entre 2014 e 2015. No contingente de desempregados, essa movimentação gerou em aumento de 6,2%, sendo 5,5% entre os negros e 16,4% entre os não negros. Apesar disso, desempregados não negro era pequeno, se comparada com o negro, logo o aumento no grupo dos não-negros é significativo. Os dados com recorte racial foram divulgados por ocasião do Dia da Consciência Negra, lembrado neste domingo (20).

http://www.bahianoticias.com.br/noticia/199069-negros-sao-936-entre-desempregados-desocupacao-cresce-164-entre-nao-negros.html
AN-