Nutricau


Farmácia Eliana

Farmácia Ubatã

Farmácia Pró-Saúde

Farmácia União



Mix Papelaria

Colormagem


Mix

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Nove pessoas morreram por dia em ação policial no Brasil em 2015


Foto: Ilustrativa

Pelo menos nove pessoas morrem todos os dias no Brasil em decorrência de intervenção policial. Por outro lado, pelo menos um agente de segurança pública é morto diariamente, seja durante o expediente ou fora dele. Os dados foram levantados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública em 2015, para o 10º Anuário de Segurança Pública. "Falta hoje uma política de Estado que combata a violência. Os Estados precisam fazer o controle de armas, e as polícias Militar e Civil devem ter um sistema de metas de redução de homicídios compartilhado", avaliou para a Folha a socióloga Samira Bueno, diretora executiva do Fórum. Por outro lado, policiais morrem três vezes mais em folga do que em serviço. Especialistas alegam que isso se dá por causa dos chamados bicos, do porte de arma e do suposto envolvimento em atividades criminosas. "Discutimos pouco essas mortes porque é um tabu falar daquilo que o policial está fazendo fora do serviço e qual é a responsabilidade do Estado nisso", disse Renato Sérgio Lima, sociólogo e diretor-presidente do fórum. O coronel reformado da PM José Vicente da Silva acredita que o envolvimento de policiais em atos ilícitos é explicado pelos salários inadequados. O relatório de segurança pública ainda mostra que 160 pessoas foram assassinadas por dia no país, uma a cada nove minutos. Ao todo, 58.383 pessoas foram mortas de forma violenta e intencional, mas o dado é 1,2% menor em relação a 2014. De janeiro de 2011 a dezembro de 2015, 278.839 pessoas foram mortas no paíns - número maior do que o de mortos na guerra da Síria, onde 256.124 pessoas morreram no mesmo período.

http://www.bahianoticias.com.br/noticia/198183-nove-pessoas-morreram-por-dia-em-acao-policial-no-brasil-em-2015.html
BN