Nutricau


Farmácia Eliana

Farmácia Ubatã

Farmácia Pró-Saúde

Farmácia União



Mix Papelaria

Colormagem


Mix

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Professores brasileiros recebem menos da metade dos salários pagos por países da OCDE

Foto: Reprodução / Secretaria de Educação da Bahia


O professor brasileiro que ensina os primeiros anos do ensino fundamental recebe menos da metade do salário pago aos docentes nos países da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). A média salarial entre os países do grupo para um profissional desse nível é US$ 31.000 (R$ 105.540 mil) anuais, enquanto que o professor brasileiro ganha US$ 12.200, o equivalente a R$ 40.750 por ano. Os dados estão no relatório 'Education at a Glance 2016', que analisa 41 nações. "Países como Suíça, Alemanha e Luxemburgo possuem salários iniciais superiores a 45 mil dólares por ano. No entanto, o salário médio dos professores em quase todos os países analisados é menor que o salário médio dos outros trabalhadores com educação superior", diz o texto do relatório 'Panorama da Educação', feito pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para analisar os dados do estudo da OCDE. Apesar dos salários baixos, o sistema de gestão nas escolas brasileiras é um dos mais democráticos do mundo, conforme o estudo da OCDE. O Brasil aparece ao lado da Turquia e dos Estados Unidos, entre os países nos quais os professores têm alto grau de participação na gestão escolar. Outro dado obtido pelo levantamento da organização internacional mostra que o Brasil tem um dos grupos de docentes da educação básica mais jovens entre as 41 nações analisadas. Apenas 16% dos professores dos anos iniciais do ensino fundamental tem mais de 50 anos - na Alemanha e Itália, o percentual chega a 40%. 


http://www.bahianoticias.com.br/noticia/196118-professores-brasileiros-recebem-menos-da-metade-dos-salarios-pagos-por-paises-da-ocde.html
BN

AN-